ABCEM

Construindo com Aço

Uma casa, muitos desafios

Uma casa,

Publicado em: Revista Arquitetura & Aço - Edição 43
Categoria: Edifícios

Construída em um terreno íngreme e repleto de árvores a serem preservadas, a Casa LLM exibe a elegância da estrutura metálica

A ideia de que a estrutura metálica não é aceita entre os proprietários de residências brasileiros já está em desuso e a Casa LLM, projetada pelo arquiteto paulista João Paulo Daolio, é um bom exemplo. Com área construída de 1200 m², a casa foi projetada em estrutura mista: muros de contenção em concreto armado com duas empenas de concreto que também servem para ajuste de algumas cotas do terreno e ancoragem para a estrutura metálica, içada sobre as árvores, com um vão de 24 metros.

"O proprietário já havia percebido que pelas dificuldades do terreno não se poderia fazer uma obra convencional e desde o início conversamos bastante sobre a conveniência de se fazer a obra em estrutura metálica", conta Daolio. "Seria muito complicado e custoso fazer escoras e cimbramentos em um canteiro com muito pouco espaço em função da vegetação existente e grande inclinação do terreno, o que também dificultaria o andamento da obra, em função da espera pela cura do concreto para retirada das escoras".

Daolio acredita que a escolha do sistema construtivo deve ser sempre técnica, tomada no princípio do projeto de forma que se possa conceber o edifício de forma adequada, explorando ao máximo as potencialidades do sistema e respeitando suas características. Desta forma, ao se elaborar um projeto, deve-se apresentar ao cliente as vantagens de um ou outro sistema, em função das especificidades de cada obra.

Conforto, elegância e bom uso de recursos

Para os ambientes internos, a principal ideia para o projeto da Casa LLM era proporcionar contatos visuais diretos entre os moradores, mesmo estando em diversos ambientes e níveis da casa. "É uma foma de o espaço promover o encontro e a união da família", esclarece o arquiteto.

A casa toda tem uma relação com a paisagem externa, com vistas abrangentes e amplas entradas de luz. Os quartos e ambientes mais íntimos foram posicionados abaixo da copa das árvores, formando um pátio com troncos de árvores.

A ideia de se produzir as peças da estrutura da casa e somente montá-la no canteiro também se mostrou mais adequada sob o ponto de vista das condições de trabalho. Muito material teria que ser transportado para se fazer a casa com 1200 m² de área construída. Um guindaste faria isso de uma forma mais adequada. Pelo valor do aluguel de equipamentos dessa natureza a obra também teria que ser montada com certa rapidez. A precisão da estrutura sob ponto de vista econômico também foi considerada, favorecendo o planejamento físico-financeiro da obra, eliminando desperdícios e imprevistos.

Para o arquiteto João Paulo Daolio, é importante também se desenvolver uma cultura mais profunda da importância da ferramenta de projeto, como forma de se ter uma visão global da obra, já que soluções vistas separadamente podem aparentar ser mais econômicas, mas quando vistas no conjunto da obra não. Seja pelo custo real ou pela qualidade da obra e uso do edifício. "Muito se decide em cima de planilhas, deixando de lado o bom desempenho da construção", afirma João. "A estrutura metálica é um exemplo bem claro disto. Um projeto completo bem executado e seguido é econômico, seja pela redução efetiva do custo, seja por garantir que o previsto pode ser muito próximo do real", esclarece.

Na opinião do arquiteto, o Brasil está passando por uma transformação na forma de pensar e construir suas cidades, tanto pela realidade sociocultural quanto pelo estágio de desenvolvimento tecnológico. "As cidades ainda são vistas mais como uma oportunidade de negócios do que como um patrimônio cultural, e o desenvolvimento da construção fica muito prejudicado e excessivamente sujeito a decisões exclusivamente financeiras", considera. "Acredito que uma forma de difusão do sistema metálico deva partir das universidades. É importante formar arquitetos que tenham conhecimentos técnicos mais aprofundados e que possam projetar adequadamente conforme a natureza de cada sistema construtivo".

Ficha Técnica

Casa LLM
Data do projeto: fev 2011 – jun 2012
Execução da obra: out 2012 – dez 2014
Área do terreno: 3.600,00 m²
Área construída: 1.185,00 m²
Arquitetura: João Paulo Daolio, Thiago Natal Duarte, Diogo Cavallari (colaborador)
Estrutura e fundações: Solofund Engenharia
Instalações: jpd
Impermeabilizações: Proassp
Paisagismo: Panorama Pasagismo, Catê Poli Paisagismo
Sustentabilidade: Fluxus
Conforto térmico e acústico: Pablo Sandoval
Construção: Theobaldo Bremenkanp, Reinaldo F. Ramos, Gileno, Fráuzio e equipe
Orçamento: Tríade Engenharia de Custos
Estrutura metálica (fabricação e montagem): Franklin Engenharia
Caixilhos: Arteal


voltar
Twitter
Facebook

Compartilhe

Cursos ABCEM

Galpões Industriais em Aço

05 e 06 de maio e 19 e 20 de maio de 2017

Inscreva-se online

saiba mais

Projeto e Montagem de Pontes Metálicas

02 e 03 de junho e 09 e 10 de junho de 2017

Inscreva-se online

saiba mais
Banner
Banner
Banner