ABCEM

Notícias

Aço também na fachada
Edição 123 | Fonte: Revista Construção Metálica

Em Minas Gerais, obra de hotel ganha agilidade e qualidade com solução em LSF.

A aplicação do sistema construtivo estruturado em perfis de aço galvanizado formado a frio, chamado Light Steel Frame (LSF), vem ganhando espaço na construção civil. Depois de provar sua aplicabilidade como estrutura de edificações leves, agora o LSF mostra-se  também indicado como sistema de vedação de fachadas. Este é o caso do Lagoa Flat Hotel, localizado em Lagoa da Prata (MG).

Formado inicialmente por um prédio de cinco pavimentos servido por elevador panorâmico, o hotel passou recentemente por obras de ampliação, ganhando um edifício anexo de 12 andares. A nova obra – que elevará a oferta do hotel para 90 apartamentos – tem estrutura em concreto armado e o LSF foi aplicado em sua vedação externa. Os painéis metálicos foram disponibilizados pré-montados e a vedação foi realizada por um sistema em multicamadas, característico do Light Steel Frame.

Para Felipe Diniz, diretor executivo da Sagi Empreendimentos, empresa responsável pela incorporação e construção do hotel, a construção seca adotada nas divisões internas e o uso do LSF na fachada deram mais velocidade à obra, re duzindo o prazo total estimado, que era de 36 meses, para 24. “E quanto mais rápido se concretizar a obra, mais rápido o hotel entra em operação”, comemora o diretor da Sagi.

Desempenho

Além de velocidade de execução, o Light Steel Frame é um sistema que possibilita a utilização de diversos materiais de revestimento, o que lhe permite oferecer soluções de alto desempenho termoacústico. Em um empreendimento hoteleiro, assim como em outros que se apoiam na equação conforto-economia, essa condição é uma necessidade do próprio negócio.

Felipe Diniz destaca que, no Lagoa Flat Hotel, a estrutura dos perfis de aço sustenta um sistema de revestimento externo leve (4 kg/m2) porém complexo, formado por camadas de madeira compactada (placa OSB), lã de vidro, manta hidrófuga, placa cimentícia e revestimento decorativo (grafiatto). Na face interna, os módulos metálicos integram-se a placas de gesso acartonado. “O sistema oferece facilidade para reformas e ampliação, otimizando a utilização dos recursos”, acrescenta a engenheira Luciana Lamounier, da Sagi.

O diretor executivo da Sagi afirma que a empresa faz uso do LSF em outras obras e observa uma tendência de mercado. Para Edison Tateishi, diretor de Operações da empresa Lafaete, fornecedora da solução ao hotel, o LSF tem se tornando cada vez mais comum pela rapidez na finalização e em função de ser um produto versátil e ecologicamente correto, pois não há desperdício nem sobra de material.

A durabilidade também é destaque nessas estruturas. “Os perfis, resistentes a cupins e a pragas, têm vida útil superior a 100 anos. O aço possui uma camada de proteção superior e permite um cálculo estrutural preciso, atendendo a todas as normas técnicas”, afirma.


voltar
Twitter
Facebook

Compartilhe

Cursos ABCEM

Banner
Banner
Banner