Atenção

Fechar

Notícias

Aço dá vida à residência acolhedora e sóbria, em Aracaju ABCEM, 19/08/2020

O desejo de um engenheiro de estruturas metálicas de morar em um “galpão”, com espaços fluídos e integrados, e uma releitura da tradicional volumetria de “casa” foram as ideias básicas para o partido arquitetônico de uma residência, em Aracaju.

O prisma retangular com telhado de duas águas foi redesenhado tecnologicamente e esteticamente oferecendo uma casa acolhedora e sóbria.

A estrutura metálica aparente se apresenta de forma marcante, os guarda-corpos, a escada e a estante em chapas de aço apresentam a leveza visual do aço. Os fechamentos em drywall assim como os acabamentos internos, piso em granilite branco e o forro em OSB complementam a linguagem.

 

A casa se volta predominantemente para o leste buscando aproveitar ao máximo a brisa marinha que cruza a casa até encontrar o jardim da face oeste. As fachadas laterais receberam janelas com golas de concreto que captam a ventilação que naturalmente não cruzaria a edificação. Uma série de brises metálicos unificam a materialidade da obra a sua preocupação bioclimática, permitindo a ventilação contínua enquanto barram a insolação e arrematam a volumetria, de modo que durante a maior parte do dia todo o interior da residência se mantém confortavelmente sombreado, porém recebendo iluminação indireta.

A espacialidade da disposição dos programas e acabamentos busca a máxima integração dos ambientes e interação da família, de modo que existe comunicação visual entre todos os ambientes do térreo e com o jardim, por outro lado, busca-se preservar intimidade dos quartos no pavimento superior.

Ficha técnica

Residência em Aracaju – Condomínio Maikai
Arquitetura: Coletivo de Arquitetos
Autores: Guile Amadeu, Rodrigo Lacerda
Equipe de Projeto: Diego Régis
Área: 360 m²
Ano: 2019
Projeto Estrutural: Almeida Oliveira Engenharia
Textura acrílica: 'Aço Corten' Terracor


Voltar

Inscreva-se