Atenção

Fechar

Notícias

Congresso reúne profissionais nacionais e internacionais para discutir sistema construtivo a seco ABCEM, 05/06/2019

4º Congresso Latinoamericano Steel Frame ocorreu entre os dias 28 e 29 de maio, em São Paulo

Durante dois dias, profissionais do Steel Frame e da construção civil, como engenheiros, arquitetos, empresas e fornecedores, formadores de opinião e diretores, órgãos públicos e associações tiveram a oportunidade de conhecer as inovações tecnológicas do setor de Light Steel Frame, participando de discussões técnicas e gerenciais e interagindo com as experiências de outros países.  Realizado pela Take Comunicação, o 4º Congresso Latinoamericano Steel Frame aconteceu de 28 a 29 de maio, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo.

As atividades iniciaram na terça-feira (28/05) com a presença do diretor geral da Asociación Latinoamericana del Acero (Alacero), Francisco Leal; do representante do Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat, José Sérgio Oliveira Passos, que falou em nome da Secretaria Nacional de Habitação do Ministério de Desenvolvimento Regional e do secretário de Estado da Habitação de São Paulo, Flavio Amary, entre outras autoridades.

Francisco Leal traçou um panorama do cenário na América do Sul em relação à produção de aço e uso das tecnologias do light steel frame. Para o especialista, há um quadro na Argentina e Brasil que mostra avanços significativos e maior penetração do que em outros países. No México, ele destacou a criação de normas específicas que regulam o setor. Peru e Equador aparecem como alternativas interessantes para investimentos na área. Outro cenário positivo está na Colômbia que passa por uma projeção de crescimento de 15 a 22%. Em sua abordagem, também lembrou o Chile que passa por um período de criação de normas sobre aço laminado a frio. Como referência internacional o palestrante destacou o Japão que apresenta estudos feitos pelo Japan Iron and Steel Federation, mostrando uma clara ligação entre o crescimento econômico e o consumo de aço.

“Tecnologia e Modernização da Construção Civil” foi o tema abordado por Nader El Hajj, da Framecad, dos Estados Unidos. Fábio Luis Garbossa, da BKO, discorreu sobre a “Inovação como Estratégia Empresarial em Real Estate”.

Na oportunidade, o secretário de Estado da Habitação de São Paulo, Flavio Amary, reforçou a importância de produzir e atacar o déficit habitacional valendo-se das novas tecnologias existentes no mercado. “Há uma determinação do governador atual de fazermos isso com simplificação de processos, desburocratização e com ferramentas inovadoras, ou seja, vários conceitos que estão presentes aqui neste evento de Light Steel Frame. O debate é fundamental para saber como fazer isso ficar cada vez mais presente de modo que possamos ter uma participação maior desse sistema construtivo no país. Existe um forte potencial e o que percebemos é que ainda não há a força que poderia ter”, disse.

Em seu discurso, o representante do Governo do Estado, também ressaltou a importância no contexto nacional da aprovação da Reforma da Previdência, considerada uma medida fundamental para equilíbrio econômico do país e que acaba impactando no setor da construção.

O representante do Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat, José Sérgio Oliveira Passos, falou em nome da Secretaria Nacional de Habitação do Ministério de Desenvolvimento Regional e, também, citou medidas necessárias para combater o déficit habitacional. “Este é um grande problema no país e que, com tecnologias convencionais, não é possível pensarmos em uma solução. Por mais que se destine recursos, não há evolução significativa nos números. Aumentando a produtividade, se ataca o déficit de uma forma muito mais eficiente”, afirmou.

Em nome do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia, Carlos Eduardo de Vilhena Paiva destacou que as discussões servem como um importante meio de qualificação do meio profissional.

A diretora e idealizadora do Congresso Latino-Americano Steel Frame, Luana Carregari, enalteceu a forte representatividade das entidades presentes no encontro, o que ajuda a impulsionar o conhecimento e negócios para o setor. “O objetivo deste evento é propiciar um espaço de comunicação e diálogo entre os diversos elos que compõem a cadeia produtiva e as lideranças do setor visando o comprometimento com o crescimento deste segmento que vem sendo percebido a cada ano no Brasil e na América do Sul. É uma opção tecnológica que exibe novas soluções e conjunto de possibilidades com outros sistemas construtivos. Procuramos promover o engajamento em iniciativas que trazem contribuições relevantes para combater desperdícios, retrabalho e falhas em diversos processos”, destacou.

Para a vice-presidente de Light Steel Frame da ABCEM, Heloísa Pomaro (Micura Steel Frame), eventos como este propiciam a ampliação e a promoção de processos construtivos modernos e de grande custo-benefício, reunindo profissionais nacionais e internacionais. Heloísa destaca o trabalho que vem sendo realizado pela ABCEM, com a Comissão de Estudo de Sistemas Construtivos Light Steel Frame (CE-02:125.004), que tem a finalidade de construir base para a criação da norma completa para o processo construtivo de edificações.

Ulysses Barbosa Nunes, diretor executivo da ABCEM, elogiou a iniciativa, ressaltando que a união em prol de processos construtivos ambientalmente corretos fortalecem o setor como um todo.

Ainda no seu primeiro dia, o Encontro contou as palestras: “As Barreiras e Soluções para o Desenvolvimento do Sistema Construtivo na Colômbia”, com Andrés Ramírez, diretor da Câmara Colombiana do Aço; “O Sistema Construtivo LSF no Chile e as Políticas de Habitação, com o diretor do Instituto Chileno do Aço – ICHA, Juan Carlos Gutiérrez. “Soluções pré-fabricadas em Light Steel Frame: fachadas, coberturas, banheiros, paredes internas e suas interfaces e integrações com sistemas convencionais foi a apresentação realizada por Tiago Gomes, da Imecon. Em seguida, foi a vez de Branly Rodrigues, dos Estados Unidos e Marcelo Micali, da  Framecad América do Sul falarem sobre a “Produção automatizada: tecnologia e produtividade - do projeto à produção”.

Já o Centro Brasileiro da Construção em Aço (CBCA), promoveu o debate sobre o futuro do setor e a produção local como modelo de desenvolvimento. Humberto Belei e Sílvia Scalzo falaram ao público e participaram de debate com especialistas nos outros países da América Latina.

Ao final do dia, o público também pôde acompanhar o Painel Produtos & Inovações, onde grandes empresas do setor apresentaram os seus produtos e serviços. ETEX, Placlux, Decorlit, Dry Levis, Ancora, OWA, Ciser e Hexagon

No segundo dia de debates, José Sauro Neto, da Eternit, falou sobre o uso de placas cimentícias prensadas como solução para acabamento. Já Fabrizio Eizo, da Walsywa, mostrou tecnologias de fixação para o Light Steel Frame com uma ampla variedade de opções. “Existe uma preocupação com a corrosão e, pensando nisso, desenvolvemos parafusos com tratamentos específicos que protegem contra este fenômeno tanto em placas cimentícias como OSB (reforço interno para paredes de Drywall). É importante verificar, de acordo com a região, qual o índice de corrosão da estrutura para indicar o parafuso que deverá ser aplicado” explicou.Demos início ao segundo dia do 4º Congresso Latino-Americano Steel Frame!

A “NBR 15575, Vedação Externa, Premissas de Garantia de Vida Útil de Projeto” foi a palestra ministrada por William Medeirosm da STO. Douglas Meirelles, da Saint-Gobain falou sobre “Sistemas para a Vedação de Estruturas Light Steel Frame”.

Jonathan Fox, da Vertex (EUA), ministrou palestra sobre a “Tecnologia de software para Planejamento, Produção e Montagem mais Eficiente”. E, Francieli Lucchette, da ETEX, discorreu sobre a “Construção Inteligente e Eficiente em LSF”. “Sketchframer: Sistema Integrado Gratuito para Desenho, Fabricação, Gestão e Vendas de LSF”, foi o tema da apresentação de Vladimir Lignelli, da Sketchframer (Uruguai).

Palestras Técnicas - O encontro ainda contou com as palestras: “ISA – Inovações, Soluções e Acabamentos para LSF”, com Roberto Paolilo Monay (Infibra & Tamlyn); “Galvanização: O Aço Galvanizado a Fogo Aumentando a Vida das Estruturas”, com Ricardo S. Góes (ICZ Brasil); “Plywood Estrutural – Especificação, Aplicação e Vantagens na Utilização em Obras de LSF”, com Luiz Felipe G. Elias (Racia); “Fórmica – Revestimentos Laminados para Construção Seca”, com Gabriel Pontes Cavezzale (Formica); “Acústica nos Sistemas Drywall e Steel Frame: Cuidados e Desempenho”, com Douglas Meirelles (ProAcústica); “Acelerando a Industrialização na Construção Civil: Oportunidade e Aceleradores para a Indústria”, com Raquel Blumenschein (LACIS - Laboratório do Ambiente Construído, Inclusão e Sustentabilidade - CDS/FAU/FG-UnB, Centro de Excelência BRE/UnB0); “BIM como Movimento Estratégico para as Empresas”, com Rogério Suzuki (RS Consultoria); “Planejamento e Custo Fachadas Painelizadas no Sistema Industrializado – Realidade 3.0 – Sua Influência”, com José Marmo (Alliance FBT/Gafisa); “Arquitetura: processo de criação, concepção e funcionalidade no sistema construtivo”, com Enzo Sartori, (Studio 111 Arquitectos – Chile); “Case Cine A - Itajubá - Sustentabilidade e tecnologia”, com Braian do Carmo (One Construction - Brasil); “Drywall: qualidade e normalização”, com Rosângela Ciarcia S. Arnandes (Trevo); “Norma Brasileira de Light Steel Framing - Parte II Estrutura, com Tarcis Antunes (Tecnoframe); “A contribuição de análises não-lineares no desenvolvimento do projeto de estruturas esbeltas e aplicações no Light Steel Frame”, com Mario Antonio S. Santos (NISUS / Hexagon – Brasil); “O mercado da construção civil: por onde começar”, com Leila Brito; “Habitação industrializada no Japão: fundamentos de negócio e sustentabilidade”, com Masa Noguchi (Austrália - Univ. de Melbourne / Rede ZEMCH - Zero Energy Mass Home Custom); “Experiências na Europa e América do Sul: de Produtos a soluções em LSF”, com Eduardo Martínez Cuadro (Instituto de Construção do Chile / Etex); “Varejo: Acelerando o desenvolvimento do Steel Framing”, com Rubens Campos (Espaço Smart); “A capacitação técnica na Universidade do Trabalho do Uruguai” , com Liber Trindade (Cecatec e Univ. do Trabalho UTU – Uruguai); “Programa Educacional: Inteligência Multi-Construtiva, com Antonio Gilberto de Freitas Filho (Instituto de Tecnologias de Industrialização das Edificações); “Empreender em Light Steel Frame - Case Mundo Steel”, com Valcir Nunes.

Paralelamente ao Congresso, aconteceu a 4ª Expo Light Steel Framing e Tecnologias da Construção Civil, que exibiu o que há de mais moderno no setor promovendo a geração de negócios.

O Congresso foi encerrado com um dos painéis mais esperados: Os Construtores. Nele, Heloisa Pomaro, Roger Timm, Savio Neiva e Sonia Ganen e Luciana Oliveira (Mediação) discorreram sobre “Como evitar Patologias no sistema LSF: Soluções e Boas práticas”.

Fotos: Marcelo Matusiak


Voltar

Faça seu login

Não é cadastrado?
Faça agora seu cadastro no site da ABCEM e tenha acesso as inscrições online. O cadastro no site da ABCEM é gratuito, simples e rápido.

Quero me cadastrar