Atenção

Fechar

Notícias

Diretrizes para combate e resposta à COVID-19 ABCEM, 09/06/2020

O Ministro da Economia Paulo Guedes e o Secretário Especial Carlos Da Costa têm declarado em entrevistas recentes a importância de haver condições seguras no trabalho devido à disseminação da Covid-19. O ministro tem exemplificado sempre a experiência da ABRAINC (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias) para manter o ritmo das obras de suas 41 incorporadoras associadas.

A ABRAINC, após conversar com o Sintracon-SP (Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de SP) assim como com sanitaristas, preparou diretrizes para operar com segurança. Depois, treinou, educou, deu EPI, e a mortalidade foi menor. Até 25/5/2020, em pesquisa realizada entre 55.000 trabalhadores, foi verificado que 93% mantiveram condições de trabalho. 

Dessa forma, objetivando dar conhecimento a respeito aos fabricantes de estruturas, torres e telhas de aço, a ABCEM está anexando conteúdos produzidos por especialistas, objetivando trazer esclarecimentos e orientações sobre como enfrentar momento atual de dúvidas e inquietações.

As recomendações da ABRAINC para a continuidade das atividades da indústria da construção civil de forma responsável, segura e saudável, durante a pandemia da Covid-19 constam neste link.

Em outra ação, a FIESP e parceiros produziram o “Guia Prático de Ações de Segurança Empresarial frente à COVID-19”. Como o próprio nome sugere, a cartilha tem como objetivo ensinar gestores de todo o Brasil a tomarem as medidas de segurança empresarial necessárias para minimizar os impactos causados pela crise desencadeada pela COVID-19. Ao longo de treze artigos, há dicas valiosas de como reforçar a segurança do seu negócio em uma época marcada por grande instabilidade. Confira aqui.

Nossa associada BBosch, para manter seus níveis de operação em meio ao cenário atual, também desenvolveu diretriz e divulgou resumo de ações. Confira aqui

 

 

 


Voltar

Inscreva-se