Atenção

Fechar

Notícias

Notícias

Mineração Usiminas inaugura planta do Sistema de Disposição de Rejeitos Filtrados Usiminas, 11/01/2022

 

No terceiro trimestre do ano, a Usiminas continuou avançando, também, em sua agenda ESG, sigla em inglês para Meio Ambiente, Social e Governança. Conforme as principais metas anunciadas no segundo trimestre, a empresa segue cumprindo seus indicadores planejados para a elevação para 10% no número de mulheres na área industrial da empresa até 2022 e em outras metas como às relacionadas à emissão de carbono.

No indicador de segurança de barragens, a Mineração Usiminas inaugurou, oficialmente, no dia 1º de dezembro, o Sistema de Disposição de Rejeitos Filtrados (Dry Stacking), reforçando desta forma o compromisso com a construção do presente e do futuro.  A nova planta permitirá à empresa encerrar o ciclo de uso das barragens para a disposição dos rejeitos gerados no processo de beneficiamento de minério.

Participaram da cerimônia de inauguração o presidente da Usiminas, Sergio Leite de Andrade, o diretor-presidente da Mineração Usiminas, Carlos Rezzonico e o vice-governador do Estado de Minas Gerais, Paulo Eduardo Rocha Brant. Estiveram presentes ainda o prefeito de Itatiaiuçu, Adélcio Rosa de Morais, o prefeito de Igarapé, Arnaldo Chaves, o prefeito de Itaúna, Neider Moreira de Faria, o presidente e a vice-presidente da Câmara de Itatiaiuçu, Nélio Chaves e Adriana Camargos, além de representantes da Ternium e da Nippon Steel, acionistas da Usiminas, representantes da Sumitomo Corporation do Brasil, acionista da Mineração Usiminas e outras personalidades políticas e do setor de mineração.

 

Na oportunidade, os convidados puderam entender de perto a importância desse projeto e como o Dry Stacking funciona.

“O Dry Stacking é um investimento de extrema importância, pois, com a implantação desse processo damos um passo importante na Agenda ESG e reafirmamos o nosso compromisso com a segurança e a sustentabilidade das operações. Dessa forma, seguimos comprometidos com nossas metas ambientais e sociais, com avanços importantes nos legados que estão sendo construídos pela companhia”, destacou Sergio Leite.
 
Investindo no futuro
 
Com investimentos da ordem de R$ 235 milhões, a planta de filtragem é totalmente conectada ao processo de beneficiamento. O valor investido também engloba a preparação da área que irá receber os rejeitos, formando uma pilha, e o transporte do material entre os dois pontos. Foram gerados, durante o pico da obra, cerca de 600 postos de trabalho. Outros 120 profissionais atuarão diretamente na operação do sistema.
 
“Buscamos padrões de excelência nacionais e internacionais, visando tornar nossos processos ainda mais seguros e sustentáveis. É muito gratificante entregar essa planta, cumprindo mais um compromisso da nossa companhia com a sociedade”, afirmou Carlos Rezzonico.
 
Já, segundo o vice-governador de Minas Gerais, Paulo Eduardo Rocha Brant, o investimento realizado pela Usiminas e pela Mineração Usiminas fortalecem o setor no Estado e também no Brasil. “É um investimento que vai nesta direção, de mostrar que a mineração gera renda, gera riqueza, tem cuidados ambientais e cuidados com a segurança”, destacou Eduardo.
 
O Dry Stacking, empilhamento a seco é uma forma mais moderna de operação em mineração. Nesse processo, os rejeitos serão enviados à Planta de Filtragem, onde parte da água será filtrada, retornando ao processo produtivo. O material filtrado segue por uma correia transportadora, formando uma pilha, levada para a área de empilhamento a seco e compactada, em área que será revegetada posteriormente.

Voltar

Inscreva-se

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.