Atenção

Fechar

Notícias

Programa de Melhoria Contínua da Competitividade Ministério da Economia, 13/07/2020

A Portaria ME/SEPEC nº 12.302, de 28/11/2019, criou o Programa de Melhoria Contínua da Competitividade.

Apesar da prioridade conjuntural em medidas emergenciais, o titular da Secretaria de Produtividade, Emprego e Competitividade,  Carlos Da Costa, mantém o compromisso com o Programa, e quer seguir em frente no caminho da reindustrialização sem privilégios. A partir de agosto/2020, está sendo preparado novo impulso na direção de obter soluções e atrair investimentos para a retomada do crescimento econômico.

A SEPEC busca realizar  trabalho contínuo para melhorar a competitividade brasileira. O setor privado, por estar mais próximo dos entraves, poderá contribuir.

O governo federal após medir, em parceria com o setor privado, o chamado Custo Brasil, estimado em R$ 1,5 trilhão, quer organizar processos de contribuição e formatação de ideias com o apoio da indústria objetivando reduzir o conjunto de dificuldades estruturais, burocráticas e econômicas que pioram o ambiente de negócios no país.

A partir de estudo que analisou os principais entraves à competitividade do setor produtivo brasileiro, tendo como referência o ciclo de vida das empresas, foram elencados indicadores nas 12 áreas consideradas vitais para a competitividade do setor empresarial. O diagnóstico apresenta uma comparação do custo de se produzir no Brasil em comparação à média dos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

O trabalho foi desenvolvido pelo Ministério da Economia em parceria com o Movimento Brasil Competitivo (MBC) e com o Boston Consulting Group-BCG, contando com a participação das entidades que compõe a Coalização Indústria, incluindo o Aço Brasil. 

Leia na íntegra clicando aqui.


Voltar

Inscreva-se